segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Assédio sexual: Nosso corpo, nossas regras!

Olá, Queridos Leitores! Tudo bem com vocês?

Tenho reparado que nesses últimos tempos, " Eu" e minhas amigas temos sidos vítimas de " Assédio Sexual" e isso é horrível. Para quem não sabe, o assédio não é só físico, como também verbal. Muitos acham que é normal, mas cá entre nós não é! Não mesmo!. E pensando nesse absurdo que vem acontecendo, resolvi trazer um post sobre o assunto baseado no meu ponto de vista. Esse " Fiu fiu" precisa acabar. Conferem:



O que é assédio sexual? Inclui qualquer comportamento sexual indesejado. Tocar, fazer comentários de conotação sexual que vão deixar a vitima constrangida. As vezes, muitos confundem com brincadeiras, e nem percebem que por trás dessa brincadeira, flerte, no fundo é algo muito sério. E deve se levar em conta que é crime.

Tudo começa, quando percebemos que nós " Mulheres" somos consideras " O sexo frágil", enquanto os " Homens" tem a pose de dominar tudo que quiserem. Eles gritam e a gente tem apenas o direito de se calar.



É tão absurdo, pensar e ver quantas histórias que vivenciei sobre o assédio sexual. Se eu contar nos dedos, não vai caber. Só queria que tudo se passa -se de um sonho, apenas queria um mundo que fosse tranquilo, será que é pedir muito?

Uma vez, esse ano!  combinei de ir encontrar com uma amiga minha, na frente da escola onde estudávamos, era 13h30. Eu fui subindo devagar, respirando fundo, já que tenho aquele medo de andar sozinha por ai. Peguei o celular e coloquei no bolso da frente, a camiseta estava tampando. Subi a rua o mais rápido para encontra-la, a escola é um pouco longe da minha casa, são 15 minutos até chegar lá. Mal sabia eu, que esses 15 minutos seria o terror de minha vida. Faltando duas esquinas para chegar, um carro havia passado buzinando. Na hora não me preocupei, achei que fosse um conhecido, mas não acenei, nem nada, apenas segui ao meu percurso. Do nada o carro faz a curva e volta pro lado da calçada onde eu estava. O carro parou e no impacto, olhei assustada. Continuei seguindo em frente e o carro vindo junto devagar. O motorista abaixou o vidro e disse: " EI GATINHA, VOCÊ NÃO QUER UMA CARONA, MONTA NO CARRO! VOCÊ NÃO VAI SE ARREPENDER", ainda por cima teve a cara de pau de dar um sorriso malicioso. Eu disse que não, mas ele não parava de insistir. Eu estava com muito medo, me senti constrangida! Era como se não tivesse outra saída e se ele tivesse alguma arma? ou usa -se suas forças contra mim? É, ele estava descendo do carro. A única ideia que tive foi fingir que meu celular tocava, fingi atender e disse " OI, PAI! JÁ ESTOU AQUI NA FRENTE JÁ, VOCÊ ESTÁ ME VENDO NÉ!" E por minha sorte, o cara do carro sumiu! Eu não conseguia olhar para aquele cara nojento, não conseguia! Ah essa minha amiga, disse que esse mesmo cara do carro ( não me lembro a cor) havia mexido com ela, também!

Eu fico inconformada com esses absurdos, tenho que ficar calada com esses imbecis? Que nojo! NÃO POSSO MAIS SAIR NA RUA, NEM DE DIA, NEM DE NOITE, NEM NUNCA! E tudo por causa desses machistas! Eu não vou ficar calada, não mesmo!

Ainda dizem que a culpa é da vítima! Meu querido, a roupa não define o quanto tu é um covarde. Você vai ser covarde, independente da roupa que a mulher estiver vestindo.Agora por sua atitude, temos que virar igual aquelas mulheres do país Islâmico? que cobre todo o corpo e apenas que fique o olho pra fora. Nem assim, teria paz! Você " Homem", iria cantar até os olhos ou soltaria aquela piadinha " EU QUERO DESCOBRIR, O QUE TEM AI DE BAIXO, POR BAIXO DESSA SUA ROUPA". Acorda! A roupa não define nada! Não estou dizendo ou impedindo que não olhem para uma garota, apenas olhe discretamente e em silêncio, admirar é uma outra coisa! É ser respeitoso! Soltar um " Fiu, Fiu" isso sim é uma ofensa, não somos objeto de ninguém.

Chega desses argumentos, de que a roupa que te provoca! A beleza é somente nossa, nosso corpo, nossas regras! Não temos que ficar mal arrumadas, por causa da sua atitude machista! Me poupe, se poupe, nos poupe!


Será que podemos sair em paz? Com a roupa que quisermos vestir, como shorts ( já que não somos obrigadas a passar calor), podemos nos maquiar, passar aquela batom vermelho, aquela blusinha com pouco decote. Caprichar no visual, sem ser incomodada? Será que é pedir muito, pra isso mudar? 

Eu queria que um dia os " Homens" virassem mulher por um dia, para se colocar no nosso lugar! Mas, pra isso não precisa trocar de lugar, basta " Se colocar no lugar". Respeito, gera respeito! Poderia ser sua mãe, sua sobrinha, sua esposa, sua filha, sua neta, sua bisneta, sua sogra, sua avó, sua irmã. Se não quer isso pra elas, então seja um exemplo! E nos deixe em paz! Não canso de repetir " NOSSO CORPO, NOSSAS REGRAS".



A campanha é a seguinte " CHEGA DE FIU FIU"! Recado de garotas para Garotos!
Chega pedreiros dessas suas cantadas, já estamos de saco cheio. Podemos sair da escola, trabalho, universidade etc.. sem sermos assediadas por essas " Cantadas irritantes", chega também desses olhares maliciosos. Eu , minhas amigas e minhas leitoras, não temos que passar por vocês e ficarmos caladas.

Porque eu digo isso? Porque saia da escola, descia a rua e lá estava pedreiros sentados na calçada, todos com poses de folgados, mexendo, olhando na cara de pau, de cima a baixo. Tinha que desviar o trajeto, porque os " Imbecis " mexiam! Ta eu me senti um lixo, um objeto, uma pessoa sem valor. Detalhe que eu estava de calça e totalmente desarrumada, só queria chegar em casa, já que estava exausta, e o que eu recebo no caminho? respeito que não é, né meu caro! Sabe o que é todo dia ter que atravessar a calçada?, ou voltando pra casa se sentindo constrangida? não pedreiros! Vocês não sabem! ( digo aqueles pedreiros, eu respeito os pedreiros que me respeitam).



Quer elogiar? Elogie com respeito! Quer admirar? Admire com respeito! Quer flertar? flerte com respeito! Quer olhar? Olhe com respeito e discretamente! Quer soltar uma de suas cantadas? solte com respeito e só solte se ela aceitar, peça primeiro.

Viu a diferença? Assédio é crime! Vítimas denunciem! Sim, devemos ser feministas! Queremos o nosso direito! Buscamos um mundo, onde possamos ser livres! Vocês, são! Porque não podemos, ser livres também? chega de ficarmos caladas, temos boca pra falar e não calar! Essa fita imaginária que amarra a boca, foi arrancada faz tempo! Então se liga.
Em caso de " Fiu, Fiu, o engula".

E nossa mãe nos deu " Nome". O nosso nome não é gatinha, nem gostosa, nem delicia, nem princesa, não é querida, não é sedução, não é fiu fiu, não é essas suas cantadas que você cria, beleza?

Homens cuidado com o que dizem! Depois não vem falar, que não avisamos! A culpa não é nossa! A culpa é toda sua.

Exigimos que possamos frequentar escola,universidade, trabalho, rua, transporte público, balada ou qualquer outro lugar, sossegadas e sem medo! Sem ninguém para estragar o nosso dia! Pense nisso!

Gostaram das imagens com as frases? É do site: Thingolga.com ,a campanha " Chega de Fiu fiu, tem vários acessos, ajude a divulgar! Eu particularmente, amei a ideia!



É isso, Leitores! Me desculpem a grosseria, mas eu precisava desabafar!
Deixe seu comentário!
Beijos

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Expectativa vs Realidade no Natal


( Imagem: Tumblr)

Olá, queridos Leitores!
Então é natal e... Lembrando que já é amanhã e aposto que você está cheia de expectativas para as comidas, presentes, família, para o amigo secreto. Mas, sabemos que as coisas não acontecem baseadas nas nossas expectativas pelo menos na maioria das vezes. E baseado nisso, resolvi contar a realidade sobre o que acontece no Natal. Bora conferir?


Estação

Expectativa: Frio, neve e muitos bonecos de neve.


Realidade: Sol, muito calor. “ Tem certeza que esse ventilador está no máximo? ”.





Árvore de Natal

Expectativa: Você decora sua cara para poder ficar bonita.


Realidade: Pelo menos tenta.





Presente

Expectativa: Será que é um Iphone 7?


Realidade:” Ah, eu ganhei uma banana de presente" foi o que eu pedi rsrs.




Comida

Expectativa: Muita comida, mais comida, mais comida. Passar mal de tanto comer. Ainda tem espaço para a sobremesa.



Realidade: Arroz com uva passa, maionese com uva passa, farofa com uva passa, tudo com uva passa. “Eu nem estava com fome mesmo...”






Músicas

Expectativa: Bate o sino pequenino, sino de Belém. Já nasceu Deus Menino para o nosso bem...


Realidade: Seu polícia, é que eu separei recentemente. De paixão eu tô doente, será que o senhor me entende? " Ops fiquei na bad".






Roupa Nova

Expectativa: Comprar roupa nova para usar no natal e divar.




Realidade: Essa roupa não, essa não, essa nem pensar, muito menos essa. Eu não tenho roupa, não vou mais!





Família

Expectativa: Todos reunidos em paz, amor e harmonia, nenhuma briguinha familiar.


Realidade: Sempre tem uma briguinha familiar.... Eita!




Tia dos Namoradinhos

Expectativa: Tia, vem cá! Deixa eu te apresentar o “ Meu namorado”.


Realidade: “ E os namoradinhos? ”, “ Não tenho! ”, “ Mas nenhum paquerinha? ”, “ Não, Tia! ”




O que gostaria de ver no natal

Expectativa: Filmes de natal, com tudo que é natalino.



Roberto Carlos: E de novo, e de novo!





Diversão

Expectativa: Ficar animada, dormir até tarde! Agitação total.



Realidade: Ficar mexendo no celular, toda desanimada.




Gifs tiradas do Google
E ai gostaram? Deixe seu comentário!
Boas Festas!

(Crédito Imagem: weheartit.com)

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Conto de Natal: Onde está o espirito Natalino?

Olá, queridos leitores! Tudo bem com vocês?

Então é natal! Ops ainda não, mas já está chegando meus amores! E nada melhor do que ter posts inspirados nessa data, eu adoro! São inspirações e muitas reflexões. Hoje eu trouxe um conto escrito por mim em relação ao natal e ao meu ver sobre isso. Bora conferir?

(Imagem: Tumblr)

É noite, véspera de natal. O mundo inteiro está comemorando o nascimento de Jesus.

E lá está ela, sentada no sofá da sala de estar. Um sofá de couro preto, confortável e macio. Em volta está seus familiares, pais, avós, tios (as), primos (as), amigos (as). As crianças estão na sala em volta daquela Árvore simbólica, com folhas perenes, enfeitada com bolas coloridas, laços dourados, meias natalinas, fio com diversas lâmpadas e embaixo tem pinheiros espalhados juntos com os presentes. A ansiedade das crianças já é de se esperar. 

Enquanto isso, ela somente observava ao seu redor.

Uma cena chamou a sua atenção, sua tia estava tentando acalmar sua prima de 4 anos que chorava aos berros, porque queria pegar os presentes debaixo da árvore e abri – lós. A mãe deixou em cima da estante o copo que estava segurando na mão, agachou – se bem perto da filha e a aproximou para perto rente ao seu colo. Deu um sorriso torto e enxugou as lágrimas da menininha, que estava vestindo um vestido com fita rosa claro.

- Mãe, porque não pode abrir os presentes?

- Porque, precisa esperar a hora. O papai Noel deixou esses presentes antecipado e só podemos abrir mais tarde. Ele vai ficar chateado se abrir agora, entende querida?

-  Mãeee, quem é esse papai Noel?

- É um velhinho, que traz presentes para as crianças bem-comportadas.

- Eu vou ganhar?

- Vai, se você se comportar.

- E eu vou poder ver o Noel?

- Não, filha!

- Porque?

- Porque...... ah...porquê.... Ele vai estar muito ocupado e hoje ele trouxe antecipado, tem muitas outras crianças que ele irá visitar.

- E como ele traz esses presentes?

- Com um trenó, duendes e renas.

- Uma amiguinha da escola disse, que é os pais que colocam os presentes nas Árvores e que o papai Noel não existe. Que no shopping é um homem vestido.

- Existe sim, basta acreditar!

- Mas, vocês que compram! Mamãe, será mesmo que esse papai existe?

- Olha minha filha, vou te contar a verdade. Não existe, é eu e o papai que compramos na loja e colocamos na árvore, mas de qualquer forma você irá receber. O papai Noel é algo simbólico, que um dia você irá saber.

A criança olha para mãe com cara de desapontada e vai brincar com as outras crianças lá fora. A mãe respira fundo aliviada por falar a verdade, engole em seco, deixando para trás a tradição. Já que não esperava que iria ser pega de surpresa.

A jovem que observava tudo, sentia saudades da sua infância e das tradições que eram mais severas antigamente. Ela repara que cresceu rápido demais e que não é mais aquela criancinha que esperava ansiosa para ganhar brinquedos de presente. Aquela magia natalina, que o Noel saia do polo norte no dia 24 e vinha entregar os presentes voando com o seu trenó e uma rena na frente, não existiam mais na sua imaginação. Fantasias natalinas... A sua mente agora é outra, " Os presentes são os familiares que compram nas lojas e a celebração quando der meia noite, todos vão embora, já que ninguém não tem mais o pique de antigamente".

E então inconformada a jovem, olha em direção a poltrona onde está uma senhora acomodada ali, numa posição confortável. Ela repara o quanto sua avó, é bem de idade, deveria ter seus 76 anos de muitas experiências vividas. Sua pele tinha aspecto enrugado, olhos ligeiramente baços, cabelos grisalhos e uma expressão solitária em seu rosto.

- Vó, eu não entendo! Cadê a velha tradição Natalina?

- É mesmo, minha querida. Antigamente, o Natal era uma oportunidade para reunir a família em torno de uma mesa repleta de guloseimas e de sorrisos satisfeitos. Era uma data mais tranquila. As pessoas organizavam tudo com antecedência, hoje é tudo em cima da hora. E o presente, o que importava era aquele pacote bonito, com aquela fita vermelha, a felicidade estava em abri-los.

- É exatamente o que eu penso... hoje meio que desanima.

- O espirito natalino envelheceu. As pessoas deixaram envelhecer...

- Concordo.

- Olha que sua outra Tia, não foi convidada pra vir. Foi por causa daquela briguinha familiar. A família não está tão reunida assim..

- Pois, é...

- E os namoradinhos?

- Não tem nenhum. Prefiro ficar só, sem decepções. Até nisso mudou, os amores hoje em dia são raros, já que as pessoas tem a mania de chamar tudo de amor.

- Tudo mudou, querida. Tudo mesmo.

Papo vem, papo vai! As horas vão passando rapidamente, o relógio insinua que já é tarde. A mesa lá fora, está servida. A garota levanta dali e vai até a mesa, sua barriga está roncando. Ela repara as gostosuras que tem exposta naquela mesa,carne assada, arroz temperado, salada, macarrão ao molho branco, farofa, pernil assado. Pensou consigo mesma "não fizeram questão de comprar o peru, tradição de natal. E chocotone e panetone também não compraram".

No final da noite ,quase chegando 25 de dezembro. A garota senta novamente na sala, para curiar o momento. Todos estão ao redor, as crianças sentadas no chão em volta da Árvore e os adultos, alguns sentados e outros de pé. A expressão alegre aparenta naquelas crianças, um olhar brilhoso é esbanjado de harmonia e felicidade. A jovem se deu conta que de muitos pacotes que estavam ali, somente um era seu. Enquanto o resto era somente brinquedo infantil, que se espalhava pela sala conforme iam abrindo. Ela abriu o pacote com fita vermelha e deu um sorriso " Uma correntinha de ponto de luz." não era o que tinha desejado, mas era algo que a agradava. Agradeceu sua avó com um beijo estalado, sorriu e desejou um " Feliz Natal", meio empolgante.

Voltando para casa, a jovem ficou observando pela janela do carro. Reparou que as casas, não estão mais enfeitadas, sem Árvores banderosas, sem decoração, sem luzes de natal, estão vazias de comemoração. Sem pensar duas vezes, ela deixa sua mente falar com razão:" Sem decoração! deve ser por causa da crise, economizar energia e dinheiro e uma hora dessas todos devem estar dormindo, olha essa rua, uma cidade vazia e enlouquecida". Com cara desapontada, olhos abertos e esperanças vazias, repara que o que sua avó disse é plena verdade. Que o espirito natalino, está indo embora a cada ano e as pessoas não estão dando valor a tradição.

A jovem enfim, chega na sua casa. Subiu as escadas, tirou a roupa do corpo e aquele salto que estava doendo seus pés, colocou seu pijama de bolinhas, deu uma olhada nas redes socias sobre o que o pessoal estaria postando.Ela bloqueia a tela do celular e coloca pra carregar. Em seguida acomoda - se na cama e com papel, caneta na mão, resolve escrever uma carta para o papai Noel, mesmo sabendo de todas as verdades... 




E aí gostaram do conto? Concordam que as pessoas envelheceram o espirito natalino? Deixe seu comentário.
Beijos
Natalia Almeida

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Elas perguntam, Eles respondem: " O que uma mulher precisa fazer para te conquistar?"

Olá, queridos Leitores! Tudo bem com vocês?

O post anterior teve muitos comentários positivos e foi gratificante receber elogios. Aliás o projeto deu super certo. Bom, desta vez eu trouxe mais um quadro aqui, que é “ Elas perguntam e Eles respondem” a curiosidade das mulheres é saber um pouco mais das mentes dos homens, o que eles pensam e como faz para conquistar esses corações. Levando em consideração, perguntei a cada um deles, o que uma mulher precisaria fazer para a conquista – ló, tenho que admitir que adorei cada resposta, realmente me surpreendeu. Agradeço aos meus queridos amigos, pela participação. Para as garotas de plantão, está ai as respostas! Bora matar a curiosidade?


Matheus Oliveira, 16 anos.

"A atitude chave é “ Ganhar minha confiança”. Ela tem que gostar de sair, gostar também de assistir uns filminhos em casa, ser bem carinhosa e aguentar esses meus ciúmes".



Rodrigo dos Santos, 18 anos.

"Eu adoro meninas engraçadas, que tem um bom humor e que me faça rir. Ela tem que ser gentil, amorosa, compreensiva, esforçada e que batalha pelos seus objetivos, isso me faz admirar. Acima de tudo, que me aceite do jeito que sou".



Igor Juchli, 18 anos.

"A menina tem que ser meiga, ter um sorriso que eu me apegue sempre. Ah sou do tipo de cara muito brincalhão, então ela precisa gostar e tolerar as minhas brincadeiras. Não ligo muito para a aparência, mas precisa ser vaidosa. E tem que me fazer bem, me fazendo bem, já é um grande passo para me conquistar".



Gabriel Schmitd, 21 anos.

"Para me conquistar a mulher tem que ser verdadeira, me amar de verdade, estar comigo nos momentos bons e mais ainda nos momentos ruins, querer crescer e realizar os planos junto comigo".



Bruno Faria, 17 anos.

"Primeiro de tudo, a menina precisa ter um papo legal. Tem que ser bem divertida, assim sei que vou me divertir ao lado dela. Precisa ser vaidosa, simpática, educada, de família, e que saiba mostrar seu lado ousado. Que goste de filmes, séries e vídeo games, para me fazer companhia".



Tiago Costa, 17 anos.

"Bom, para falar a verdade não sei muito responder essa pergunta. Mas, vamos lá. Eu sou um pouco tímido, então a menina tem que ser tímida também, no canto dela sabe. Precisa ser espontânea, principalmente ter senso de humor, para rir das minhas piadas sem graça, já que gosto de ser brincalhão, ser bem carinhosa comigo. E antes de tudo, precisa gostar de mim exatamente do jeito que sou".



Antônio Valter, 17 anos.

“ Muitas mulheres procuram conquistar os homens da maneira errada, e por esse motivo acabam ficando frustradas ou até conseguem entrar em um relacionamento, todavia o relacionamento cheio de altos e baixos, não conseguem ter um relacionamento duradouro. Entendam, não vou mentir para vocês! Todo homem gosta de peito e bunda... mas existem um, porém. Todo homem prefere um sorriso, não há coisa melhor do que aquela garota te olhar com um sorriso, é algo sexy, e que ao mesmo tempo demonstra que a pessoa gosta de estar do seu lado!  Não dê atenção, para qualquer um, nenhum homem vai se interessar por uma menina (se interessar de verdade) que sai agarrando seus amigos como se fosse qualquer uma. Não se desvalorize!!



Gabriel Duarte, 19 anos.

“Eu acredito que muitos casais não dão certo por terem uma visão de relacionamento e terem um plano diferentes um do outro. Então é importante que ela tenha um plano de futuro parecido com o meu. Uma mulher para me conquistar tem que ser sincera, verdadeira, inteligente, companheira em todos os momentos, uma pessoa que realmente vai estar do meu lado quando eu mais precisar. Ela também tem que ser amiga, carinhosa, ser decidida e importante! Saber o que quer em cada área da sua vida, ser trabalhadora, dedicada e que queira realmente construir um futuro ao meu lado, que também queira casar, ter filhos e principalmente tem que ser temente a Deus, sobre todas as coisas. Que juntos passamos cumprir um propósito de Deus para as nossas vidas. Espero que ela ame meus defeitos, assim como minhas qualidades e que queira um amor para a vida toda”.





E aí gostaram das respostas deles?
Deixe seu comentário!
Beijos

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Garotas respondem: O que é Auto-estima?


Olá, queridos leitores! Tudo bem, com vocês?

Esses dias, eu estava pensando em fazer um post diferente. E com minha varinha de condão imaginária, veio a seguinte inspiração! Trazer um projeto, onde garotas participam de um debate sobre algum assunto. Em ambos, em breve os garotos também participaram. Desta vez abordei sobre “ Auto-estima ” que hoje em dia pouco vejo alguém comentando ou tendo a devida atitude quanto a isso. Agradeço as garotas pela participação! Adorei cada argumento! Representaram! Bora conferir?



“ Eu sou, Tânia! Tenho 18 anos e sou cristã. Minha personalidade é melancólica, sou do tipo indecisa”.






O que é Auto-estima para você?
Auto-estima é.... Bom não sei ao certo, porque eu não costumo parar para pensar nisso. Já que a falta de auto-estima faz parte da minha personalidade tímida. Porém, vamos lá! A auto-estima é a atitude que me deixa mais bonita, mais confiante, não só de maneira de estética, mas também de uma maneira intelectual na maioria das vezes, capaz de mudar até mesmo a maneira de alguém falar ou andar.  Quando a conquisto lembro da frase conhecida de Grecie Hart: “ As pessoas gostam de pessoas que gostam de si mesma” em outras palavras as pessoas admiram aqueles que são confiantes, uma verdade na qual quando ouvi nunca esqueci.





"Me chamo Vitória, tenho 16 anos. Adoro desenhar e ouvir uma boa música".




O que é Auto-estima para você?
Bom, Gostaria de falar sobre auto–estima, o que penso sobre. Na minha opinião auto–estima é você estar bem animada para fazer o que gosta e aproveitar as coisas boas da vida. É você se sentir de bem com a vida, ser uma pessoa positiva! O segredo é deixar de se importar com comentários críticos que te façam mal, viver do jeito que você acha certo e que faça bem para você, não se cobrar a todo momento e dar atenção as pessoas que te admiram, isso sim vai te fazer bem.




Meu nome é Keury, tenho 17 anos, sou pisciana. Gosto de ir na igreja, sair para conversar com os meus amigos, ler meu horóscopo, cantar e fazer as pessoas rirem.
O que é Auto-estima para você?
O que seria Auto-estima para mim? Ah vai muito além, de um “ Simples” padrão de beleza que a sociedade exige. Vai ao amor próprio interno e externo, isso mesmo! Se sentir bem de fora par dentro, seja lá qual for. Mas, precisa se amar. Todos nós temos uma beleza para mostrar, aliás não somos iguais, de alguma forma, o que não achamos bonito em nós, pode ser bonito aos olhos do próximo, não é mesmo?! Se eu tenho auto–estima? Seria muita hipocrisia dizer que sim, toda mulher tem a frase paranoica “ MEU, PRECISO EMAGRECER, TO CHEIA DE CELULITE. ” Sabe? Esses aues que toda mulher faz, mas são fases... passam, são mais comuns na Tpm (em mim pelo menos), mas fora essas paranoias...sim eu me amo... sim eu sou linda, e sim aquele ditado, amor próprio é tudo! Se você se ama, o que vem do próximo pouco vai lhe atingir, se for elogios ótimo! Se for crítica? Lamento, já passei dessa fase de me importar com a opinião alheia.




A Blogueira também tem direito de participar rsrs! Meu nome é Natalia, tenho 18 anos! Meu signo é de escorpião...comigo é tudo é oito ou oitenta! Sou escritora, Blogueira daqui! Amo o que faço! Ah e não perco expor minha opinião por nada, curto debates.


O que é Auto-estima para você?
Auto-estima é você, colocar uma roupa que te cai bem, calçar aquele sapato que adora, passar aquela maquiagem que realça sua beleza exterior e por último transparecer em seu sorriso sua confiança, autovalorização. E a interior também, porque não basta ser bonita por fora e feia por dentro... tem que ser em ambas as duas partes. Você tem que acreditar em si mesma e amar até mesmo os seus defeitos, como suas estrias, celulites, pneuzinhos, olheiras, mau hálito quando acorda de manhãzinha, por ser magra, gorda, alta, baixa. Imperfeições todo mundo tem...até mesmo uma pérola. Já estamos grandinhas o bastante para acreditar que perfeição existe, conta outra! Não tem nada demais você querer casar de vestido preto, enquanto outras vão vestir branco no casamento. Auto-estima é isso, viver sem aquele medo do que os outros vão falar ou pensar sobre ti, é ter liberdade de ser quem você é.Não basta falar que é confiante, precisa praticar, dizem que a prática leva a perfeição, não é bem assim! A prática leva a ser melhor. Uma pessoa que não se ama, não consegue amar o próximo. Como conseguiria amar alguém, se não sabe nem amar a si mesmo? Um dos amores verdadeiros, é o amor próprio! O resto vem depois....! Ouvi dizer por aí a seguinte frase: “ O que você tem, todo mundo pode ter, mas o que você é.…ninguém pode ser”. Levo essa frase a onde vou.


E aí gostaram? O que é Auto-estima para você?
Deixe seu comentário!
Beijos
Criado por De Repente Moda - créditos

Tema Base por Butlariz